Alimentando a Calopsita

 

Sua Calopsita tem fome de quê? Entenda como funciona a alimentação desta ave.

A alimentação da Calopsita é um dos fatores mais importantes para a manutenção da sua saúde. Uma alimentação balanceada contendo todos os nutrientes mantém seu pássaro bem nutrido e com o peso correto, pois a obesidade o deixa mais propenso a doenças.

Em seu habitat natural (Austrália), a Calopsita se alimenta de frutos, insetos e sementes. Já em cativeiro, a dieta é composta basicamente por sementes e ração, encontradas facilmente em casas de aves e supermercados.

Água:

A água fresca e potável deve estar sempre disponível para sua ave. Troque pelo menos a cada 2 dias ou caso esteja suja.

Sementes:

A mistura básica de sementes para a Calopsita é composta por Painço (50%), Alpiste (20%), Girassol (10%), Aveia (10%), Níger (5%) e Nabão (5%).

Frutas, verduras e legumes:

Para complementar a alimentação da sua Calopsita, você pode oferecer frutas (Maçã ou Pêra – ambas sem as sementes), legumes (Cenoura cortada pequena) e verduras cruas (Chicória, Catalônia e Almeirão). Não ofereça alface a sua calopsita, pois causa diarréia.

Outros alimentos:

O pão deve sempre estar disponível, sempre pequenos pedaços, duros e bem secos, sem bolores. O pão integral é melhor por possuir mais nutrientes, porém é mais caro e mofa mais rapidamente. O pão deve sempre ser substituído no máximo a cada 2 dias. A Calopsita precisa de cálcio, que pode ser obtido através de um bloco mineral (encontrado em casas de aves) ou a casca de ovo de galinha triturada.

Complemento:

Por se tratarem de aves, as Calopsitas possuem moela, que se trata de um estomago mecânico, desta forma, precisam de elementos para auxiliar a quebra dos alimentos. Areia grossa e carvão vegetal, que pode ser moído e adicionado a areia ou mesmo deixá-lo inteiro para os pássaros roerem.

Não ofereça alface a sua Calopsita.

 

Ofereça sempre uma alimentação balanceada, assim sua Calopsita viverá mais e melhor.

 

Tagged with: ,

Leave a Reply

Read previous post:
Afilie-se à S.O.B.C.

  O criador responsável pelo Criadouro da Serra, Luiz A. Pompeu é associado da SOBC desde 1982.

Close